Espanha usa turismo da pesca contra crise econômica

Novo marco regulatório espanhol incluiria o turismo da pesca como atividade complementar da pesca profissional

Por: Lielson Tiozzo, com agências internacionaisFoto/Ilustração: Blog Cuaderno de Pesca/Marca.comPublicado em: 04/2012

A crise econômica que há vários anos vem assombrando a Europa faz com que os países busquem alternativas rápidas e viáveis para evitar um desastre maior. Na Espanha, o turismo da pesca é visto como a melhor forma de auxiliar os pescadores profissionais e fazer o segmento sentir menos impactos financeiros. 

O ministro da Agricultura, Alimentação e Meio Ambiente, Miguel Arias Cañete, aceitou o pedido vindo de parlamentares do País Vasco de incorporar no marco legal da pesca a “pesca-turismo” como complemento da atividade pesqueira convencional. 

“O turismo da pesca é uma importante fonte de ingressos complementares às atividades tradicionais, sendo gerador de trabalhos diretos e indiretos”, defendeu o ministro em seu discurso diante de senadores. 

Em muitas regiões da Espanha os turistas poderiam ser atraídos para pescar atuns na modalidade oceânica, a pesca de praia, além das trutas nas águas continentais.  “Existem muitos negócios que são ligados a essa atividade. São hotéis, restaurantes, lojas…Movimenta toda uma cadeia”, cita Cañete.

“Estamos trabalhando desde o início dessa nova legislação neste sentido (de analisar a cadeia produtiva), e com a finalidade de que a pesca amadora seja segura para os turistas. Queremos encontrar um marco legislativo, laboral e idôneo para os pescadores também”, completa o ministro.

Cañete explicou ainda que um grupo de trabalho está avaliando todas as implicações legais da iniciativa. “Vamos também redescobrir todo o potencial desse segmento”. Empresas de turismo locais estão sendo consultadas, já que a Espanha conseguiu destaque no agroturismo e poderia repetir a fórmula na pesca.  

 Fonte: http://revistapescaecompanhia.uol.com.br/noticias/noticias.aspx?c=4480

Deixe seu comentário